Advertising

Mercearia do Braz anuncia fim das atividades

A crise econômica causada pela pandemia do novo Coronavírus segue fazendo mais vítimas no segmento de bares e restaurantes. Depois do Armazém Centenário, localizado no Espinheiro anunciar seu fechamento, chegou a vez do Mercearia do Braz, na esquina das ruas Visconde de Goiana e José de Alencar, na Boa Vista, Centro do Recife, também encerrar suas atividades.

O estabelecimento, inaugurado há quatro anos era famoso por oferecer cerveja gelada e deliciosos petiscos. Outro destaque da casa era Projeto "Samba do Braz", que acontecia nas tardes de sábado.

Em nota publicada nas redes sociais, a Diretoria da Mercaria informou que em breve, o projeto do Samba voltará, em um novo local.


20% DOS LOCAIS JÁ FECHARAM AS PORTAS

Mesmo com inovações como drive-thru ou venda de créditos antecipados para clientes consumirem após a crise, bares e restaurantes não conseguiram evitar demissões. Desde o início da quarentena para enfrentar o avanço do Coronavírus no país, as associações que representam o setor estimam que ao menos 1 milhão de empregos formais já foram extintos.

A Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) afirma que 20% dos bares e restaurantes do país já fecharam as portas em definitivo, após as medidas de isolamento social. O setor reunia até março quase 1 milhão de pontos comerciais e empregava cerca de 6 milhões de trabalhadores, sendo 3 milhões de empregos formais.

Uma pesquisa feita pela ANR (Associação Nacional dos Restaurantes), que tem 9 mil pontos comerciais no Brasil associados, aponta que 76,11% dos restaurantes já precisaram demitir desde o início da crise.

“Estamos enfrentando uma crise sem precedentes. Os estabelecimentos estão fechados, sem capital de giro e com muitas dúvidas sobre a questão da reabertura. Além disso, nosso setor é formado por muitas pequenas e médias empresas, que possuem pouco acesso ao crédito”, afirma Cristiano Melles, presidente da ANR.

Com informações do R7

Postar um comentário

0 Comentários