Advertising

Morre o jornalista e narrador esportivo Paulo Stein

Morreu neste sábado, aos 73 anos, o jornalista Paulo Stein, por complicações do novo coronavírus. Na última quarta-feira, Stein recorreu ao Hospital Rocha Maia, em Botafogo, onde foi diagnosticado com síndrome respiratória e, no dia seguinte, transferido para o Hospital Estadual Anchieta, Zona Portuário do Rio.

— Pelas informações que me deram hoje no hospital, nessa última noite, ele teve complicações e precisou ser entubado e na madrugada piorou. Pela manhã, não resistiu. Ele morreu às 8h34 — contou Natasha Stein, filha única de Paulo.

— Há alguns dias, ele já vinha me dizendo que estava com uma gripe. Nunca acreditei, mas ele era bravo. Fazia o que queria. Segunda-feira, foi meu aniversário e ele estava com a voz péssima. Insistimos para ele ir ao hospital e ele resistiu. À noite, estava com a voz até melhor, mas, quando foi para o hospital, na quarta, estava com a voz péssima. Acho que ele não esperava ser internado. Na cabeça dele, ia precisar só de oxigênio, mas acabou ficando — disse ela.

Voz marcante do futebol e do carnaval, Stein começou a carreira em 1968, no extinto Jornal dos Sports. Ao longo das mais de cinco décadas de trabalho, foi narrador e comentarista da TV Manchete (ao centro, na foto acima, ladeado por Marcio Guedes (dir) e Alberto Léo (esq / i.m.)), Sportv, entre outras emissoras.

Além de Natasha, Stein deixa mulher Viviane. Ele será cremado no Cemitério do Caju, na tarde deste domingo, apenas com a presença da família.

Do Extra

Postar um comentário

0 Comentários