Advertising

Morre o cardiologista José Breno de Sousa Filho


Morreu na madrugada desta sexta-feira (04) o médico intervencionista  José Breno de Sousa Filho, 69 anos.

Um dos mais importantes nomes da Cardiologia no Estado, ele era Diretor Médico do Procape e atuava em diversos estabelecimentos públicos e privados de Pernambuco.

Há alguns dias, parentes, amigos e colegas de trabalho do cardiologista lançaram uma campanha de captação de doadores de sangue para conseguirem cerca de 160 doadores de sangue para o profissional, que estava internado na UTI de um hospital particular de Olinda, com comprometimento pulmonar, em virtude do Covid-19.

"Ele costumava trabalhar até tarde da noite. Muitas vezes, entrava pela madrugada, por cerca duas a três vezes, por semana, em seu consultório, atendendo 'a volta' dos seus pacientes do Procape. Era um ser humano iluminado", falou, emocionada, uma colega de trabalho.    

Em maio, o médico, Marcos José Paiva Sousa, 73 anos, irmão de Dr. Breno, também faleceu vítima do Coronavírus.

CARREIRA

Graduado em Medicina pela Universidade Federal de Pernambuco, Dr. Breno possuía diploma de especialista em Cardiologia pela Associação Médica Brasileira e pela Sociedade Brasileira de Cardiologia. 

Recebeu, em 1982, a habilitação concedida pela Sociedade Brasileira de Cardiologia para o diagnóstico radiológico das doenças cardiovasculares. 

Era membro titular do Departamento de Hemodinâmica e Angiocardiografia da Sociedade Brasileira de Cardiologia e membro fundador da Sociedade Latino-americana de Cardiologia Intervencionista. 

Atualmente era professor assistente IV da Universidade de Pernambuco; chefe do Laboratório de Hemodinâmica do Procape - Pronto Socorro Cardiológico de Pernambuco; Coordenador médico hemodinamicista do Hospital Esperança; médico hemodinamicista do Hospital Albert Sabin e médico hemodinamicista do Real Hospital de Beneficência Portuguesa em Pernambuco.

ADEUS

O sepultamento ocorreu nesta manhã (04), cemitério Morada da Paz, em Paulista, no Grande Recife. Segundo a instituição, não houve possibilidade de velório devido ao profissional de saúde ter falecido com a doença causada pelo novo Coronavírus.

Atualizada às 14h30

Postar um comentário

0 Comentários