Advertising

Morre o empresário Raymundo da Fonte



Faleceu, nesta quinta (7), aos 99 anos, o empresário pernambucano Raymundo Luiz Cavalcanti da Fonte, fundador das Indústrias Reunidas Raymundo da Fonte. O criador do grupo que leva seu nome e é responsável pela fabricação de alguns dos produtos de limpeza doméstica, higiene pessoal e condimentos mais conhecidos dos pernambucanos -  como Brilux, Minhoto, Evem e Sonho -  engrossa a estatística de mortes em decorrência de complicações provocadas pela Covid-19. O sepultamento aconteceu no início da noite, no Cemitério de Santo Amaro, onde ele tinha jazigo, sendo restrito à família e seguindo os protocolos orientados pelos órgãos de saúde e vigilância sanitária.

O grupo foi fundado em 1946 com a inauguração de uma fábrica que produzia espirais contra mosquitos, o Espiral Sentinela, inseticida feito com pó de serra e uma mistura de repelentes químicos. Aos 75 anos de história, possui cinco fábricas espalhadas nos estados de Pernambuco, Bahia, Ceará, Pará e Rio de Janeiro, que produzem mais de 350 produtos de limpeza, higiene pessoal, condimentos e inseticidas. O Nordeste concentra mais de 90% dos pontos de venda da companhia que emprega 2.700 funcionários São, também, produtos do grupo as marcas Alerta, Floral, Sentinela e Pariggi. A empresa possui capacidade instalada para produzir, anualmente, 250 mil toneladas de água sanitária, 200 milhões de sabonetes, 70 mil toneladas de vinagre e 20 mil toneladas de detergente, dentre outros produtos. A matriz funciona na cidade de Paulista, na Região Metropolitana do Recife.

Dedicação ao trabalho até os últimos instantes

Um dos nove filhos de Raymundo, o também empresário Alexandre da Fonte, conta que há cerca de 10 ou 12 dias veio a confirmação do diagnóstico da Covid-19. Ele já sofria, entretanto, com insuficiência pulmonar. O pai chegou a ser hospitalizado, mas acabou voltando para casa, em Boa Viagem, tendo assistência domiciliar. “Até a manhã desta quinta, ele ainda estava com os sinais vitais normais e consciente, comunicando-se com as enfermeiras. Veio a falecer no início da tarde, entre 14h e 14h30”, relata. 

Alexandre conta que o marido de Elza Andrade Lima da Fonte, pai de nove filhos, 44 netos 86 bisnetos ainda mantinha os hábitos de empresário sem vaidades e totalmente dedicado à empresa até antes da doença. “Diariamente ele ia à fábrica, de carro, nem que fosse para dar um alô às pessoas e voltar. Esteve todo esse tempo à frente do seu negócio e eu, que estive sempre ao seu lado, sou testemunha da dedicação e do esforço que empreendeu. Ele teve um ciclo de vida muito grande e é uma perda imensa, mas que vem com a sensação de dever cumprido. Ele fez a sua parte”, finaliza.




Raymundo Luiz Cavalcanti da Fonte nasceu no, em 14 de dezembro de 1920. Fez faculdade de Direito e teve formação religiosa no Seminário de Olinda, mas também sonhava em estudar engenharia. Aos 25 anos, iniciou sua atividade industrial, quando lançou no Nordeste o primeiro produto inseticida, a espiral Sentinela. Em seguida, lançou para o Rio de Janeiro o espiral “Alerta” e tornou-se um dos maiores fabricantes do segmento no Brasil. A partir da década de 1960, embarcou no segmento de produtos de limpeza e, dez anos depois, investiu também no ramo alimentício. Atualmente, o grupo fundado por ele afirma procurar modernizações constantes por meio de pesquisa e tecnologia, importadas de países como França, Alemanha, Japão, Suécia e Itália. 

Do DP

Postar um comentário

0 Comentários