Advertising

Os traques de massa do Estagiário Social #13




Para cuidar do filhinho, a repórter Clarissa Góes deixou o comando do programa CBN Total, exibido às tardes. Ela comandou a atração por pouco mais de um ano e agora ficará apenas na Globo. Bruno Fontes vai ter mais ajuda em casa!


Com a saída de Clarissa e a vaga aberta, o empresário Vicente Jorge e o diretor Paulo Fernandes Neto, da CBN, não demoraram em escolher um substituto: Aldo Vilela. Ele havia deixado a emissora em dezembro de 2018 e após uma rápida – e frustrante – passagem pela Transamérica, retorna para a Central Brasileira de Notícias (tu sabia que o nome oficial da CBN era esse? Sabia nada! Hahahaha tu achava que era Coquinho Bem Novo, né?). Engraçado que Aldo deixou a rádio após não concordar com os termo$ da renovação de contrato e agora voltou... acho que teve algum acerto, finalmente!


A repórter Beatriz Lacerda mal se despediu da TV Tribuna e já está na TV Clube, onde havia atuado. Já sabemos quem tá pagando um tiquinho a mais, né? Beatriz tá mais é que correta, sensata demais. Boa sorte!


Rhaldney Santos foi desligado da Rádio Jornal no apagar das luzes de 2019. Chegou-se a cogitar o nome dele no lugar de Clarissa (volte três casas para ler de novo), mas ficou só no zum zum zum de corredor mesmo, não durou muito. E durante o mês de janeiro, novas mudanças podem acontecer na equipe da Rádio Jornal.


Hahahahaha adorei esse nome que inventei para o casal João Campos + Tabata Amaral. Às vezes eu fico rindo das minhas leseiras... enfim, o deputado federal levou sua nova namorada para passar o reveião/reveilão/reveinhom/festa da virada com a família. Mas não foi a primeira vez que ele esteve com a nova companheira aqui pelo Recife. No dia 14 de dezembro, os pombinhos estiveram na festinha da escola onde estuda o irmão mais novo, Miguel. Tão bem apaixonadinhos, coisa mais lindinha de se ver!


Entramos em um ano de eleição e é nessa época que jornalistas aproveitam para tirar a barriga da miséria aumentando os valores cobrados para participar de equipes de campanha, prestar consultoria ou fazer assessoria. Só que por essa não esperavam: nos corredores da política, muitos candidatos e pré-candidatos estão combinando entre si os preços que irão pagar aos jornalistas e publicitários, uma espécie de tabela. Nesse meio, ninguém quer sair perdendo.

Feliz Ano Novo para todos nós. Semana que vem tem mais!

Postar um comentário

0 Comentários